às 10:19:00

FASAITABUNA DISCUTE SOBRE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: ARBOVIROSES

TODOS CONTRA A DENGUE

Foi realizado na manhã desta terça-feira (02), uma palestra on-line via plataforma Zoom, para discutir a Campanha Nacional de Sensibilização para Controle da Dengue, Zika e Chikungunya.
O evento foi iniciado com o discurso do diretor da Faculdade Santo Agostinho de Itabuna, Prof. Luciano Tourinho, alertando sobre o cuidado e atenção que acabaram sendo esquecidos por conta do coronavírus: “Estamos vivendo uma realidade diferente, por conta de toda pandemia, mas a Zika, Chikungunya e a Dengue, também fazem parte da nossa realidade e nós precisamos retomar os nossos cuidados para prevenção dessas doenças.” – disse o diretor.
A palestra foi uma das ações que estão sendo realizadas de forma de forma integrada e simultânea no Dia Nacional de Combate ao Mosquito, em articulação com prefeituras, governos estaduais e população.
Tatiana Pires, enfermeira, trabalha no Núcleo de Educação Permanente e na secretaria de saúde de Itabuna, trouxe a tona a situação que Itabuna enfrentou em 2016 com o maior surto de de Dengue, Zika e Chikungunya na cidade: “Eu como enfermeira nunca estive a frente para controle das arboviroses, nós precisamos chamar o carro fumacê, tivemos o apoio com os QG’s contra a dengue e foi muito difícil. A dengue ela pode ser prevenida, mas ela também mata, precisamos voltar a falar sobre a dengue, o pico da doença é no verão e nós precisamos voltar com esse trabalho de atenção e cuidado para a prevenção da Dengue.”
Em seguida, os docentes Fernanda Luiza e Dr. Pedro Costa iniciaram a palestra com a temática: “Educação em saúde – Arboviroses”. Para eles, a sociedade discute muito sobre a doença, sobre as formas de prevenção, mas não coloca em prática “Acontece que falamos, falamos, mas não fazemos.” – disse Fernanda.
Na oportunidade, foi disponibilizado um link para uma atividade com 10 questões sobre a arboviroses, a fim de, medir o conhecimento a respeito dos mitos e fatos do mosquito.
Por fim, os docentes alertaram sobre a participação efetiva de cada cidadão “Não adianta o governo e as prefeituras realizarem projetos e ações combatentes se você não faz sua parte, aqui em Itabuna, muita gente associa a questão da dengue com o rio cachoeira e as baronesas, mas se cada um fizer sua parte a dengue por aqui será controlada, mesmo com o rio cachoeira.” – finalizou Dr. Pedro.


Fonte: